Blow-Up: A fotografia segundo o cinema

blow-up-1966-17-g

Blow-Up (1966) é um daqueles filmes que te fazem dormir sorrindo. Dirigido pelo cineasta italiano Michelangelo Antonnioni, Blow-Up conta a história de um famoso fotógrafo de moda inglês que tem como hobbie a fotografia artística e livre. Passa seu tempo livre fotografando cenários e imortalizando  momentos. Um belo dia ele decide ir a um parque de Londres e fotografa um casal. A mulher o persegue até seu estúdio dizendo que é crucial que ele destrua aquelas fotos. E aí as coisas começam a ficar estranhas.

Qualquer um que o assista começa falando que Blow-Up não é apenas um suspense sobre um fotógrafo. O filme é a verdadeira fotografia do cinema. O filme é uma obra-prima de enquadramentos e planos inteligentes. Isso o faz desaguar sobre o espectador uma torrente de cenas bem construídas e esteticamente únicas.

Screen-Shot-2012-07-18-at-5.00.15-PM

É colocado em questionamento a efemeridade pulsante na juventude londrina ao mostrar algumas cenas da vida noturna regrada a drogas, figuras públicas que flertavam com o movimento hippie e se olharmos com atenção vemos um embrião da filosofia punk em uma performance espetacular do Yardbirds (sim, com o Jimmy Page). Veja clicando aqui.

Pensando de maneira cíclica, Antonioni começa e termina seu trabalho em Blow-Up com um grupo de mímicos errantes dirigindo pelos arredores da cidade. Em um primeiro momento, apesar de mímicos, chamam a atenção por uma algazarra caótica de gritos e risadas estéricas. Em um segundo e final momento, o silêncio típico de seu talento nos prende a atenção. Tal alegoria nos leva à conclusão óbvia de que a fotografia é uma arte mímica. O(a) fotografo (a) enxerga um mundo próprio no silêncio e o seu próprio silêncio nos conclama a ouvi-lo e a enxergá-lo. A fotografia é a força centrípeta que nos faz ignorar o universo existente fora de seu foco.

Brilhante. Simplesmente brilhante.

P.S.: Jane Birkin faz uma ponta como uma menina que está tentando a todo custo ser fotografada e ter sua chance de brilhar no mundo da moda. Um papel bem fraco, mas que tem seu valor por embelezar a película com a beleza ímpar da Sra. Gainsbourg.

tumblr_lmbck5BzpG1qgfjd6o1_500

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s